Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quarta-feira, maio 30, 2007

Por solidariedade







Garantimos, no entanto, os serviços mínimos. Muito mínimos.
O cartaz foi emprestado pela vizinhança.

3 comentários:

Repórter disse...

Perante a usual indefinição das percentagens, resolvi não aderir.
Se um elemento de um democrático piquete de greve já hoje me chamou de fura greves...

Maria Muadié disse...

Estou em greve. Aliás, a educação aqui na Bahia-Brasil está dando uma boa mostra do caos em que vivemos. Estão parados professores de escolas públicas, particulares e as faculdades estaduais. É vergonhoso como todo ano nós professores precisamos fazer guerra, greve, para conseguir um mínimo de aumento. Nosso papel e nossa dignidade não são considerados.
Isto tudo pra te dizer que adorei a plaquinha da greve e a tomei emprestado.
Um abraço,
Martha

Pantera Cor-de-Rosa disse...

É assim mesmo...
O meu blog também fez greve!!!

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores