Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quinta-feira, junho 14, 2007

Madrugada sem sono



Ah ! A torre.
No bairro onde por enquanto estou a viver, a silhueta da torre é uma presença constante. Vê-se de quase todas as ruas, basta que estejam orientadas num enfiamento favoravel. É de facto uma magnifica inutilidade, como parece que disseram em 1886 quando o engenheiro Eiffel a construiu. Enfim, inutilidade é uma imprecisão grosseira. Todos os anos, seis milhões de pessoas pagam para subir até la’ acima. Realmente, é uma màquina de fazer muito dinheiro.

15 comentários:

Markliano disse...

Mas onde estás a trabalhar, Carlos? Não dá para acompanhar as tuas prosas na net?
Abraço

VN disse...

Máquina de fazer dinheiro, mas também ponto de encontro para amantes ou simples conhecidos. Poderia também servir para pic-nics à sua sombra, ou para estender roupa.
beijos e abraços, grandes como a Torre.

Matvey disse...

uau, uau

inominável disse...

tudo do que eu verdadeiramente gosto é intrinsecamente inutil...


(ou talvez nao...)

LA disse...

Podes sempre subir as escadinhas, é gratuito e faz bem à saudinha1

nelio disse...

é um miradouro impressionante. e um símbolo também. não vejo nada de inútil nela.

Repórter disse...

Assim todas as "inutilidades" gerassem tanto dinheiro...

-pirata-vermelho- disse...

Fará dinheiro mas! não é por isso que não é inútil.

Aterrou no très chic 'seizème', cn?

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Uma marca, mas sobretudo uma máquina de fazer dinheiro, concordo contigo.
beijinhos e bons ares por ai.

Barão da Tróia II disse...

è realmente uma obra notável, a prova de que as coisas inuteis se bem exploradas dão dinheiro e nisso os franceses são exímios, boa semana

Rafael Velasquez disse...

um dia ainda vou cruzar o oceano e conhecerei essa máquina de fazer dinheiro.

Lopes disse...

Há tantas inutilidades que são autênticas máquinas de fazer dinheiro... Só a mim não me ocorre nenhuma, caraças! :(

Menina_marota disse...

Fabulosa imagem... vale a pena estar acordado para memorizar tal momento.

Bj ;))

isabel victor disse...

Faz-nos sonhar ...

é bom.

É o contraponto as todas as "utilidades" que nos escravizam.

:))

o terrorista disse...

Confesso que também tenho curiosidade: não se pode saber onde é que trabalha?

AddThis

Bookmark and Share

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores