Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











terça-feira, março 09, 2010

Fraquinho


Então, respigando o que foi dito por Moniz no Parlamento, temos que, em tempos, ainda Sócrates era só ministro do Ambiente, terá tentado evitar a emissão de uma reportagem sobre um aterro sanitário algures no Alentejo… e que, António Costa, na época em que era ministro da Administração Interna, terá tentado impedir uma outra reportagem, alegando que estava cheia de incorrecções. Neste segundo caso, temos que a suspeita foi investigada, mas as investigações judiciais acabaram por dar razão ao ministro e arquivaram o caso.
É isto o arquétipo de um plano para controlar a comunicação social? Parece-me fraquinho…

6 comentários:

Eduardo Miguel Pereira disse...

Tão fraco quanto este arquétipo, só mesmo a do próprio governo em tentar esconder a verdade das suas constantes ilegalidades com escabrosas teorías de conspiração.

Helder MC disse...

Foi só isso que ouviu o homem dizer?
É mais que óbvio que o CN simpatiza com o Sócrates mas resumir tudo o que o Moniz disse a isso não lhe fica nada bem. Até a RTP fez um resumo melhor.

CN disse...

caro Helder... confesso que nem ouvi, faltou-me paciência para tal. Mas li... no insuspeito jornal Público, edição online...

CN disse...

e, já agora, quanto às minhas simpatias, não se deixe levar por pressentimentos. você sabe lá com quem eu simpatizo...

Helder MC disse...

Já o acompanho há um bom tempo e é a ideia que tenho de si. Mas quase que apostava que não é um homem de direita.
Mas, claro, posso estar enganado.

Fada do Bosque disse...

Eu ouvi Carlos e confesso que foi tão fraquinho, que me deu vontade de rir, o Moniz, claro...
Parecia um puto a fazer queixinhas ao professor. Haja paciência. O arquétipo é que não sei, talvez o monstro reptiliário já não tenha por onde lhe pegue. Entre governo e Balsemão venha o diabo e escolha. Fazem de nós o quê?!

"Há tantos burros mandando
Em homens de inteligência,
Que às vezes fico pensando
Que a burrice é uma ciência!"

(António Aleixo, Inéditos, 1978)

AddThis

Bookmark and Share

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores