Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quarta-feira, janeiro 14, 2009

"Pensem duas vezes antes de casar com muçulmanos. É arranjar um monte de sarilhos!"

Palavras do Cardeal Patriarca de Lisboa...
Dito assim, fora de qualquer contexto, até parece uma frase xenófoba mas, na verdade, trata-se de um dado factual.
São muitas as histórias de mulheres que perdem todos os seus direitos de cidadania, pelo simples facto de terem casado com homens muçulmanos. O problema não se põe, enquanto a família reside na Europa, mas passa a existir quando o homem regressa às origens e leva a mulher europeia com ele… A viver sob um qualquer regime islâmico, ela fica igual às outras mulheres. Ou seja, perde direitos patrimoniais, perde direitos de poder paternal, pode até perder (consoante o país onde vive) os simples direitos a sair de casa sozinha, de conduzir automóvel, de vestir a seu belo prazer, de ir ao cinema ou de se sentar numa esplanada a beber um chá.

3 comentários:

Tite disse...

Até assusta só de pensar os riscos que correm as ocidentais que se apaixonam por um muçulmano qualquer que encontram por essas estradas da vida.
D. Policarpo avisa. Quem avisa amigo é.

Moçoilas casadoiras estejam atentas. Não corram riscos. Não se metam em "sarilhos"

Pedro Fernandes disse...

Olá Carlos

Antes de mais, obrigado por ter voltado a escrever.

Bom ano, meu caro.

Penso que a reacção de D. José Policarpo terá a ver com a notícia publicada no JN sobre "falsos" casamentos com muçulmanos a troco de dinheiro.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1070802

Infelizmente a comunicação social é o que é, ou está como está e deram ênfase errada ao alcance das palavras de D. José Policarpo.

Isabela disse...

E contra isto batatas. É mesmo verdade.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores