Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, outubro 19, 2009

Foi bonita a festa


O Telejornal fez ontem 50 anos. A RTP comemorou a data com muitas imagens de arquivo e algum revivalismo, levando ao estúdio antigos apresentadores do noticiário, exemplo de Manuel Caetano, um dos saneados pós-25 de Abril e irmão do antigo Presidente do Conselho, Marcelo Caetano (sucessor de Salazar).
Treze anos da minha vida profissional foram ali passados e gostei de ver a festa. De algum modo, senti-me parte dela. Também apreciei o facto de não ter notado nenhuma tentativa de reescrever a história. A RTP não se envergonha dos que a serviram nem cultiva preconceitos ou rejeições, o que a SIC (por exemplo) já faz, indexando nomes como se, por exemplo, o nome de Emídio Rangel pudesse ser apagado sem escândalo da história do canal. Mas adiante…

2 comentários:

Joao Salvado disse...

O index da SIC, para quem bem o conhece, como eu, é um "documento da vergonha” que uns subscrevem por hipocrisia e interesse pessoal, outros, lá dentro, fingem ignorar por medo de represálias.
Diz-se que o “index da vergonha”, que apagou da memória SIC nomes como Emídio Rangel, Jorge Gabriel e Sílvia Alberto, entre outros, reflecte a mentalidade pouco aberta de quem governa aquela empresa.
Eu acho que não. O “index SIC” é um instrumento de trabalho, uma peça avulsa de um mais completo manual de procedimentos que a “central de comunicação do grupo Impresa” (chamemos os bois pelos nomes) disponibiliza aos seus quadros para adequada prossecução dos objectivos estratégico-editoriais (leia-se político-económicos).
Ou ainda há por aí quem acredite no pai Natal... e que pense que estamos perante um “deontologicamente limpo órgão de comunicação social”?

Luísa Lorena disse...

CARLOS,
Concordo em absoluto contigo.
SOUBE BEM E FEZ-ME RECORDAR TANTOS OUTROS...

LP

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores