Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, outubro 12, 2009

Traquinices eleitorais

O PS aguentou-se à tona na tormenta eleitoral. Dos três testes eleitorais, apenas foi claramente derrotado nas eleições europeias. Nas legislativas perdeu muitos votos mas ainda assim chegou à frente e vai formar governo e, agora, nas autárquicas, acaba por ser de novo o partido mais votado globalmente.
No PSD, a dona Manuela tem a reforma garantida e apenas falta saber se irá ter tempo para preparar uma sucessão a seu gosto. Falta encontrar um tacho bem remunerado para Pedro Santana Lopes que já não é deputado e que, derrotado, não deverá querer ser um mero vereador (dá muito trabalho e pouco dinheiro!). Afinal de contas, o homem até já foi primeiro-ministro, dignidade que lhe deve dar direito a um lugar nalguma administração de S.A. ou até num banco tutelado pelo Estado.
A República continua a sorrir despudoradamente para tipos como Isaltino e Valentim… mas a invejosa já não foi tão generosa com a Fátima, quem é que entende as mulheres?

2 comentários:

Gil disse...

Santana Lopes já tem o tacho: é consultor da EDP (+ ou - 1o mil Euros/mês).
Para andar por aí, não é mau.

Tiago FM disse...

As reacções a Isaltino ou Valentim não estarão muito longe de quem disse, aquando "de" Durão Barroso, "ele fez bem, eu se pudesse faria o mesmo".

Ao menos aí nota-se um manter de uma certa coerência ideológica. O pior é que há imensa gente a dizer/ mas a pensar: "ele fez mal!" / "...se eu pudesse faria o mesmo".

E quero lá saber se eles são figuras político-públicas, quando são o reflexo de um lodo de moralidades politicamente correctas, tão fáceis de proclamar.

Quanto à Fatinha...: http://tr.im/BsT6

abraço!

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores