Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, janeiro 11, 2010

Vitorino à solta, Marcelo sem escolha


O inefável Marcelo e o cerebral Vitorino deixam de ter, em breve, espaços privilegiados de opinião na televisão pública. Os respectivos programas terminam e não voltarão a ser repostos. “Notas Soltas” termina a pedido do próprio Vitorino, já o outro termina para a RTP evitar novas críticas da ERC que, em tempos, considerou que o solo de Marcelo na RTP representava um atentado ao pluralismo político.
Aliás, o pensamento da ERC (pelo menos do seu presidente) é claro: “custa aceitar que não existam em Portugal representantes das correntes democrata-cristã, comunista, trotskista - só para citar algumas - com competência para fazer comentário político em televisão”, disse Azeredo citado, agora, pelo Público.
Vão ver que é desta que Garcia Pereira vai ter direito a palanque no horário nobre da estação pública… a bem do pluralismo. Por acaso… se alguém quisesse dar a machadada final no PC… era a jogada a fazer.

5 comentários:

Eduardo Miguel Pereira disse...

Acha Carlos ?

"olhe que não Sr. doutor, olhe que não !"

Fada do bosque disse...

Adorei o seu texto Carlos! uma boa achega e com muito sentido. :)
Realmente o pluralismo político onde está?!
Isto, de excluir o Dr. Garcia Pereira da TV muito tem que se lhe diga! Sabe que diz umas verdades, que não agradam às sanguessugas!
A bem do pluralismo... mas a TV é de donos sanguessugas! Não acredito em tal coisa, mesmo que quisesse ser optimista. Os 5 do costume têm "panela"! É só para inglês ver... Teatro e manobras de bastidores.
Nada como passar 3 minutos a ouvir esta intervenção na TSF, do Juíz Rui Rangel que sem peias diz quem enfiou o nosso país na merda! os mesmos de sempre: O bloco central.

Vai o link:

http://tsf.sapo.pt/Programas/programa.aspx?content_id=917508&audio_id=1467236

Karocha disse...

Acha mesmo Carlos?
Depois da notícia que li hoje percebi muita coisa...

CN disse...

Garcia Pereira é apenas um exemplo. pode ser outro/a qualquer... de outro partido qualquer. A Carmelinda Pereira... ou aquele Pinto Coelho da extrema-direita... sei lá.

Fada do bosque disse...

É o que quero transmitir, Carlos...
Fora desses 5 Partidos não há hipótese... Claro que tenho simpatia pelo Dr. Garcia Pereira, pela sua honestidade e luta persistente contra um Regime fictício que levou o País há porcaria em que está.
Se deixei o link para o estado miserável da Justiça, deixo um excerto do arqueólogo A. C. Valera relativo há Educação os dois pilares fundamentais da Democracia:


«(...)Trata-se de uma pequena notícia, publicada no quinzenário Cascais a 12 de Agosto de 1917, relativa à má qualidade do pão que chegava a Cascais, numa altura em que a participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial fazia escassear os cereais e inflacionar os preços. (...) Aí ouvi a notícia de um protocolo assinado entre o Governo e as Universidades. Mais dinheiro para estas em troca de mais cento e tal mil licenciados ao fim de quatro anos. No final, o PM dizia que o país só avança se apostar na qualificação e que a sociedade portuguesa necessita de gente com competências. Certíssimo. Um senhor reitor dizia que era objectivo ambicioso e contabilizava a produção que poderia ser feita: universidades, mais politécnicos, mais ensino à distância, mais “novas oportunidades”, talvez com tudo se chegasse à produção contratualizada.

Lembrei-me das provas de acesso aplicadas nas “Novas Oportunidades”; pensei no que está a ser a aplicação de Bolonha ao Ensino Superior; pensei no nível com que muitos alunos estão a sair das universidades. Olho para este contrato apresentado nos termos de uma “produção industrial”. E temo que qualquer dia saia uma notícia parecida como aquela ali em cima, mas que não se refira ao pão.

Estaremos bem nas estatísticas. Teremos mais Drs. E continuamos a nossa prodigiosa irrealidade. A quem serve este "fugir para a frente"?»
Esta é a nossa miserável realidade ou como diz A.C. Valera Prodigiosa Irrealidade!

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores