Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, agosto 07, 2006

A velha palavra de ordem

Deve ser a mais antiga pichagem de Portugal. Data de 1980, talvez 1981.
Quem pintou aquelas palavras fê-lo por motivos políticos, disso não tenho dúvidas, até porque ainda me lembro bem...
Mas o que me intriga é a razão da longevidade do protesto. Sobreviver 25 anos é obra. E não julguem que se trata de um muro escondido nalgum lugar esconso. Nada disso. Aquilo fica numa das ruas mais movimentadas de Odivelas, mesmo em frente aos paços do Concelho e ao lado de uma farmácia. Eu próprio passo por ali quase todos os dias e leio (com afecto, confesso) a velha palavra de ordem. Acho que se lá está, ao fim destes anos todos, só pode ser porque as pessoas gostam que lá esteja. Digo mesmo que deveria ser considerado, no mínimo, património municipal.

9 comentários:

Sónia disse...

Ah ah ah ha!

Patrícia Nogueira disse...

Inimigo de estimação?... ;)

Luis disse...

Só para amenisar ...

A jovem da fotografia é que também devia ser declarada como monumento municipal.

Isabela disse...

Desculpa lá, mas não me parece nada que na segunda foto tenhas tido grande interesse na pichagem. Foi mais a paisagem.

Basílio disse...

Passei durante vários anos, em Lisboa, por uma parede que tinha em letras garrafais: "BALSEMÃO ROUBA-NOS O PÃO!".
Na altura não me lembrei de fotografar. Hoje a parede já foi demolida, mas também acho que deveria ser considerado património, mesmo nacional.

augustoM disse...

As “amizades” são para perdurar.
Um abraço. Augusto

dorean paxorales disse...

Acho o grafitti extremamente actual, o que só evidencia a longevidade pública do visado.

Bikoka disse...

Atenção que se o IPPAR deita mão a este monumento nacional (não estou a falar da loira a passar que é a parte mais bonita da foto), ele rapidamente vai entrar em degradação.

HBesteiro disse...

Não é certamente.. Em Coimbra há pichagens anteriores a 74.. Incluindo uns míticos "Abaixo a guerra colonial".

AddThis

Bookmark and Share

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores