Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sexta-feira, agosto 11, 2006

Zanzibar

Anos depois, em Agosto de 2000, conheci outro paraíso do Índico. Estive na África do Sul e em Moçambique, em reportagem e, depois, à minha conta e em gozo de férias, subi a costa até Zanzibar, uma ilha da Tanzânia com estatuto político de região autónoma.O que Zanzibar sempre quis foi ser independente, mas as suas riquezas sempre atraíram os gananciosos. Foi por isso que os portugueses também por lá andaram aos tiros de canhão. A ilha foi um dos centros de disputa entre Portugal e Oman, entre os séculos XVI e XVIII, até que Portugal foi corrido de vez e outros se instalaram.Hoje, Zanzibar pouco mais é que um excelente resort turístico. Very tipical, povo simpático q.b., arquitectura oriental, canhões portugueses e condução automóvel pela esquerda.
Se alguém ainda está indeciso quanto às férias, esta é uma opção segura, embora um pouco dispendiosa… mas não há bela sem senão. As praias são muito boas e a cidade de Zanzibar, aka Stone Town (cidade de pedra), faz lembrar um pouco Alfama, Mouraria, o centro histórico de Lagos ou até de Évora…... lembro-me de ter ficado fascinado com as portas das casas. As portas, feitas à mão, lindíssimas. Também é interessante ir para as roças e entrar mato dentro, sentir o cheiro das árvores da baunilha ou da canela… e tentar perceber que aquilo, as especiarias, em tempos idos, foi a mola propulsora para o expansionismo mercantilista branco europeu, isto é, o capitalismo.
Zanzibar é outro daqueles sítios onde apetece inventar um modo de vida e ficar por lá…

5 comentários:

Ana Afonso disse...

Olá
Apetece mesmo ficar por lá!!
Um dos sitios mais bonitos onde estive!
Obrigada pela lembrança!
Se não nos "falarmos" :) antes umas excelentes féria !!!
Abraços e sorrisos
ana afonso :)

VN disse...

Pois, vê-se mesmo que estás quase, quase a ir de férias (risos).

Zamzibar, e também a Ilha de Moçambique, são lugares há muito do meu imaginário e estão na minha lista de locais a visitar.

Não os conheço, mas não acho que sejam parecidos com Évora, no entanto tem em comum com esta a existência de Centros Históricos distinguidos como Património da Humanidade pela UNESCO.

jmnk disse...

assim o espero...

verosimil-utopia disse...

Olá

Este seu texto está uma delícia, e as fotos são realmente maravilhosas! :)

Tenho realmente saudades de quando o via na Sic, naquela altura em que a Sic ainda conseguia fazer um jornalismo que prendia as pessoas ao ecrã (com assuntos interessantes, cativantes, e profundos). Era um jornalismo diferente, na minha modesta opinião: mais ousado, mais rebelde, mais incisivo.

E voltando ao texto e fotos, acho que ficámos todos com vontade de lá passar... e ficar por lá. :)

Um abraço

Rui Pedro disse...

Que fotografias!

A baunilha está caríssima. Será que por lá é mais barata?

AddThis

Bookmark and Share

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores