Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sexta-feira, outubro 13, 2006

na página 11

da Revista Além Mar deste mês, sou eu que escrevo. Entrem no sítio, à esquerda do ecrã cliquem na secção ContraPonto.

3 comentários:

Denudado disse...

É uma excelente revista, a Além-Mar. Está a anos-luz do mero proselitismo religioso.

escrevi disse...

Já há muito tempo que não comento o que leio porque tenho sempre vontade de insistir na questão do livro que tens obrigação de escrever e isso torna-se repetitivo.
Mas hoje que li os 2 textos (este e o do mail do Woolf) não podia deixar passar em branco.
O livro que leste não te fez ter vontade de também tu passares para escrito todas as experiências que viveste?
E depois de ler o texto que escreveste no Além Mar, caramba, além do mais és de uma correcção nas análises que fazes que, mete-me mesmo raiva que te desculpes com um simples não me apetece quando se te fala em escrever um livro.
Não deixes tudo o que sabes num simples blog.
Compila todo o material que tens e passa à acção.
Eu continuo à espera.

Um beijo




Um beijo.

a. pedro correia disse...

Certo.
Mas ambos sabemos que as coisas nem sempre terminam da forma que começam.
Proliferação quer dizer isso mesmo,mantenhamos,pelo menos, o significado das palavras.
E palavras leva-as o vento, grão a grão..., de nenúfar em nenúfar...

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores