Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sexta-feira, abril 20, 2007

Na curva do rio



Encalhei a canoa na margem e deixo que passe a hora da fome dos crocodilos. Deixo-os saciarem-se antes de voltar a empurrar a canoa contra a corrente. Enquanto estiverem na água, o rio é deles. Quando eles regressarem para a margem, eu voltarei para o rio.

14 comentários:

Sonhador disse...

O pior é se tem que esperar muito tempo!

Isabela disse...

Parece-me que fazes bem (isto foi o meu lado sensato a falar)!

Agora, eu, mesmo sendo ecologista, havia de ter uma vontade louca de deitar veneno aos crocodilos, havia de sonhar com veneno de manhã à noite e pedir que me atassem as mãos para ser muito boazinha e sensata e não exterminar essa animalada toda de sangue frio (ah, isto já é a Isabela a falar, já me reconheço, porra)!

Isabela disse...

Esquecia-me: que belíssima foto!

Shades of Blue disse...

Que rio? E quantas pessoas na canoa?

CN disse...

Shades, é o Uele, no Norte do Congo.

inominável disse...

bela metáfora: ficar parado ao largo da vida... estacionar sem medo do tempo... aproveitar as reservas...

Diogo disse...

O peculiar percurso de 2 horas do estudante sul-coreano Cho Seung-Hui na manhã de 16 de Abril de 2007

1) Matar um homem e uma mulher num alojamento do campus da Virginia Tech. A polícia foi chamada por volta das 7h15 da manhã.

2) Gravar um vídeo de si próprio.

3) Transferir o vídeo para o computador.

4) Gravar o vídeo num DVD.

5) Embalar o DVD.

6) Ir aos correios.

7) Enviar a encomenda para a NBC às 9h01.

8- Matar mais 30 pessoas no edifício de Engenharia do campus da Virginia Tech, menos de duas horas depois do primeiro tiroteio (portanto antes das 9h15m).

9) Suicidar-se.

isabel victor disse...

Bela metáfora ! ...

maria disse...

Os crocodilos ainda não estão em vias de extinção.
O melhor é fazeres-te ao rio conservando-te sempre dentro da canoa.
Não te vão atingir...

Esta pausa está a ser demasiado prolongada.

Escrevi

sonhadora disse...

bebo sonhos no teu canto.
beijinhos embrulhados em abraços

ricardo disse...

como dizia a minha avó, se a vida dura, a tudo se chega e tudo se prova... eu acrescento, provar e mastigar são coisas diferentes. E o problema das metáforas é não se mastigam e falta provar que se possam "provar".

andrea disse...

Sim vamos com calma, mas não te esqueças que os "crocodilos" existem desde sempre ... são uns resistentes.
Abraço.

exactamente disse...

Fotografia fenomenal.

Rosa dos Ventos disse...

É uma boa táctica!

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores