Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sábado, abril 14, 2007

Autofagia política

Como se vê, o caso da licenciatura de Sócrates não é um fait divers político. O líder da oposição já exige uma investigação independente. Suspeito que, tarde ou cedo, essa investigação venha a ser feita. Basta que alguém se lembre de apresentar uma queixa formal na Procuradoria Geral da República, por exemplo. Julgo que muitos políticos, adversários de Sócrates, apostam muito nessa investigação e na suspeita de que ainda existem segredos escondidos no dossier académico de Sócrates na Universidade Independente.
A prestação do Primeiro-Ministro na RTP foi boa, mas não chegou (nunca chegaria) para calar a boca aos que o querem derrubar seja lá como for. Por isso, esta história ainda terá mais episódios, aposto eu.
Depois da desistência de Guterres, do abandono de Barroso, das trapalhadas de Santana, o país não aguenta mais desilusões do género. Se Sócrates cair, as consequências poderão ser devastadoras para a classe política.
No meio de tudo isto, a Universidade Independente continua a caminhar para o encerramento e ainda não vi ninguém preocupar-se verdadeiramente com o problema das centenas de finalistas que, se não conseguirem terminar os seus cursos este semestre, terão de se transferir para outras universidades e, com isso, gastar mais um ano das suas vidas a estudar, além dos custos financeiros que isso obriga.
Todos falam que os antigos alunos, os que ali se licenciaram, não podem ser prejudicados pelo que se está a passar nem apanhar por tabela com os estilhaços do "caso Sócrates", mas todos se parecem esquecer, ou dar de barato, que os actuais alunos são os que estão a ser mais prejudicados com tudo isto. O senhor Ministro do Ensino Superior, professor doutor Mariano Gago, bem poderia decidir o que tem a decidir salvaguardando os tais legítimos interesses dos alunos.

4 comentários:

Maria Muadié disse...

A foto é interessantíssima e fala por si mesma. Quem é o autor?

Martha

nelio disse...

se calhar o melhor é acabar com esta treta dos partidos e das eleições e abrir um grande concurso público internacional para se encontrar um conselho de administração que gira o país.

A.A.Barroso disse...

E na sequência da proposta do sr Nelio, o sr C.N. teria assegurado um lugar de acessor do tal conselho de administração.Já tem algum curriculum só não pode é perder a credibilidade.

Phwo disse...

Só me admira o romance da Independente não estar a ser activado aqui em Angola, onde as universidades independentes parecem nascer das árvores. Diz-se (sabe-se) que ela foi comprada por um familiar do Ministro da Educação, tendo este (ministro) recebido de tão "célebre" instituição um "Honoris causa".
Enfim... mistérios da democracia

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores