Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, dezembro 25, 2006

Lixo natalício

Confesso que o Natal cada vez me cansa mais. Gosto de comprar prendas para os miúdos, claro. Mas a obrigação de oferecer qualquer coisa a toda a família, amigos e afins, torna-se insuportável. E o pior é que é evidente o vício que já incutimos nos miúdos que, neste dia, estão ansiosos, até angustiados, por causa das prendas. Rebentam de expectativa para, pouco depois, já não ligarem nada às prendas. Aqui no bairro, o resultado de tanto desperdício está visível nos pontos de recolha de lixo… e o dia ainda agora começou. Logo à noite, os contentores devem estar completamente submersos nos sacos de plástico.Este ano comprei: uma camisola, uns calções, dois perfumes, dois casacos, um tamagotchi digital, um relógio, uma telefonia, um par de botas, um vestido para bonecas, dois equipamentos de basquetebol, cinco bonecas, um cachecol e um barrete, um action-man com um tigre que ruge e dá saltos, dois carrinhos do Faísca MacQueen, mais dois barretes, cinco kits de maquilhagem, uma web cam, um lenço e 5 livros. Contribuí decentemente para o aumento exponencial da tonelagem de lixo que tem de ser recolhido esta noite.

2 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Você emaluqueceu?
Mais valia dar isso tudo em diferido, quando lhe desse na cabeça.
pelo menos ia poder ter a certeza doseugostode dar - corresponde-lhe sempre e necessariamente um gosto de receber. Homoilogias...

Elisabete Alfaiate disse...

Gosto, sobretudo, desta parte da enumeração: "um vestido para bonecas, dois equipamentos de basquetebol, cinco bonecas, um cachecol e um barrete, um action-man com um tigre que ruge e dá saltos, dois carrinhos do Faísca MacQueen, mais dois barretes, cinco kits de maquilhagem".

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores