Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quarta-feira, julho 15, 2009

Mãos ao ar, isto é um assalto!


Os casos BCP, BPN e BPP, casos (crimes?) de gestão danosa e de fraude praticados pelos banqueiros que mandavam nesses bancos estão a ajudar a enterrar o governo. Não que o governo tenha tido alguma participação nessas malfeitorias, mas porque o governo e o PS insistiram em defender o governador do Banco de Portugal das acusações de incompetência no desempenho do papel de fiscal de boas práticas bancárias.
Por questões de mero oportunismo político, os partidos da oposição tudo fizeram para queimar o cadeirão de Vítor Constâncio, não por ele ser o governador do BdP mas, apenas, porque ele é do PS. Na reacção, o governo e o PS não o deixaram cair.
Sócrates, Santos Silva e demais, que costumam ser tão lestos a deixar cair carneiros no altar dos sacrifícios, teimaram em defender Constâncio… e vão pagar politicamente por isso. Só lamento que todo o barulho que se faz à volta desta questão da culpa do regulador, sirva apenas para distrair as atenções dos verdadeiros “assaltantes” de bancos.

3 comentários:

Rui Herbon disse...

Aliás a comissão parlamentar de inquérito não passou de uma palhaçada, pois sabia-se de antemão as conclusões que cada partido tirara, divididos praticamente entre PS e Outros. Sinceramente, nesse caso, acho que ficaram todos mal na fotografia, porque ninguém quis verdadeiramente apurar nada. Ou antes, preocuparam-se apenas em apurar o que lhes interessava. Assim vai o parlamento.
E, sem dúvida, o governo fica mal na foto, porque se não houve conivência, houve pelo menos incompetência. Num banco central com as suas responsabilidades, devia significar uma coisa: rua!

Ferreira-Pinto disse...

A lógica das coisas aconselhava que, no mínimo, Cosntâncio fosse para o olho da rua!
Como diz o Rui se o Governo do PS exigiu aos trabalhadores a excelência (ao ponto de eu ter passado pela quase vergonha de ter de concordar com quase tudo o que Isabel Corte Real escreveu em recente artigo de opinião penso, salvo erro, na VISÃO sobre a alegada reforma da Administração Pública), devia ter a mesma bitola com os altos quadros.

Quanto ao PP e também ao PSD, a coisa decorre de eles não perdoarem a Constânico a história do défice!

Fada do bosque disse...

O Carlos toca de tal forma nos pontos nevràlgicos do Sistema, que depois de o ler, dá vontade de partir tudo!
Continue, pois as verdades, é que nos abrem bem os olhos!
Quanto a Constâncio, já devia estar a milhas há muito...

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores