Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quinta-feira, agosto 06, 2009

Tabefes nada Molex

Diz o “Le Parisien”, simpático diário tablóide da capital francesa, que um administrador da multinacional americana Molex, que fabrica componentes automóveis, foi violentamente agredido por um grupo de trabalhadores em greve, na sequência de um conflito laboral que surgiu depois da empresa ter anunciado o encerramento para o próximo mês de Outubro.
O caldo entornou quando o administrador em questão foi alvejado com ovos podres e os seus guarda-costas tentaram reagir contra os atiradores de ovos. No final, dois guarda-costas foram parar ao hospital e o senhor engenheiro obteve um atestado de baixa médica de 7 dias.
Desde que foi anunciado o encerramento definitivo da fábrica que os trabalhadores entraram em greve. O problema é que a empresa continua a ter muitas encomendas e a administração tentou contratar pessoal eventual para assegurar a produção. Os grevistas, muito justamente, endureceram a luta e deu nisto.
O caso da Molex é a prova provada de que muitos empresários se estão nas tintas para a responsabilidade social e não têm o mínimo rebuço em fechar uma fábrica para a deslocalizar para um país onde seja permitido ter mão-de-obra quase escrava.

Desde 1789 que de França só nos chegam boas notícias...

8 comentários:

andrea disse...

Ah pois é, a moda aqui ja pegou que esta gente nao se fica sem mais uma.Seria interessante de ver em Portugal algo parecido.
Entretanto numa das ex-colonias francesas em que pelos vistos estes valores foram bem assimilados, por uma questao parecida houve tiroteio e tudo, resultado seis policias no hospital com ferimentos de bala.
escusado sera dizer que afinal nao houve despedimentos e que até os dias de greve foram pagos.
Mas la como toda a gente sabe os locais sao povos primitivos.
Abraços.

Fada do bosque disse...

Ora não há nada como ter um título tão chamativo... :)) este sim! Sui Generis. :)
Porque se fosse o "Estamos Fartos", lá teria eu de copiar a mesma ladaínha dos outros blogues.
Estamos na Europa... e em França, não se brinca em serviço! Já estamos mais perto de casa...
Que me dá enorme vontade de pegar no farnel e pôr-me a caminho, dá! Mas como estou que nem virote, tá mau! :)
Vai daí, eu tinha esperança que aqui o portuguesinho se fizesse à vida e começasse a distribuir ai uns tabefes, a torto e a direito.
Seria mesmo interessante ver isto em Portugal. Agora ali na oficina a ouvir TSF, Quimonda pra cima, japoneses pra baixo, gripe pra cima, vacinas pra baixo, durante a tarde toda... A coisa cá não vai, não! Fleuma,como diz um amigo meu...
Apre tanta fleuma! Estou Farta é de tanta fleuma! :)
Que me dá vontade de me pôr na alheta, dá, porque aqui os tabefes correm na net, chegam ao outro lado do Planeta e não se passa nada!
Ao fim de um dia de ouvir rádio, se não fosse a minha constante boa disposição, distribuía tabefes até nos meus inocentes cães e família!
Não fosse o blogue do Carlos, para me aliviar e as coisas corriam para o torto!
Querem resultados?! Há que vergar a MOLEX :))

Fada do bosque disse...

Que " inveja" que tenho do Andrea! :)

andrea disse...

Ora minha querida Fada, nao tenha inveja que por detras destas manifestaçoes também aqui ha muita injustiça, muita mesmo.
Entretanto volta a baila a questao dos prémios milionarios para os corretores bancarios.Depois do Sharko ter feito um discurso moralizador e de toda a gente ter concordado com a contençao de tais prémios, ex que se preparavam para mais uma vez voltar ao mesmo.Resumindo, as tais regras tao propaladas para a transparencia e contençao no sistema, regras que foram anunciadas como fundamentais e etc e coiso, ficaram até agora na gaveta.
Como ve Fada, nem tudo o que Luz é ouro.
Abraços.

Fada do bosque disse...

Ora bolas... Andrea. :)
E pensava eu que aí, a coisa estava um pouco melhor... Pelo menos dão resistência.
Nem imagina a vontade de me tornar na nova Maria da Fonte, ir por aí abaixo e desancar o pessoal do Ministério da Saúde à estalada... então não é, que as notícias hoje, na TSF, de 1/2 em 1/2 hora, só falavam aqui do meu conterrâneo, que apanhou gripe e está á morte (com doença crónica complicada, mas isto só revelaram 1 vez!) e eu que tão aterrorizada, fiquei que nem vou dormir... ai a minha vida!...
Vai daí, quando toca ao Minho, a coisa começa a cheirar a esturro!
Eles que se ponham a pau! :)
A seguir à Banca temos as Farmacêuticas a roubar. Se não pega pelo assédio de promessas, vai mesmo pelo medo da doença e quem sabe morte (?!) Abusadores!
Carlos desculpe... não quero abusar da sua caixa de comentários
Abraços :)

ecila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ecila disse...

Realmente gosto muito de França :-)

TERESA SANTOS disse...

Só queria lembrar-vos que a França tem sido o rastilho, o início de muitas lutas sociais. Não nos esqueçamos do Maio de 68! E, com isto, há sempre uma esperança...

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores