Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, agosto 24, 2009

Bolívar num jardim de Alberto João


Dei com ela (a estátua) esta noite, num passeio pelo Funchal...

Uma surpresa?
Alberto João está no poder na Madeira desde sempre. Portanto, a erecção de uma estátua bolivariana em pleno Funchal só pode ter tido a sua concordância...
É verdade que Simão Bolívar foi um nacionalista empedernido que lutou com ganas contra o Império de Espanha. Levou à independência nada menos que seis países... e, ainda hoje, serve de inspiração aos vários nacionalismos latino-americanos, nomeadamente aos regimes ditos de esquerda. Hugo Chavez, presidente da Venezuela e amigo de Sócrates é um desses fiéis admiradores de Bolívar. Os rebeldes (terroristas, segundo a cartilha dos EUA) das FARC, na Colômbia, também se dizem inspirados pelo mesmo exemplo... daí que possa parecer estranho que o “nosso” Alberto João partilhe um ídolo com as FARC e Chavez... a não ser que a estátua de Simão Bolívar no Funchal sirva, apenas, de espantalho para o Ministro da República e outros representantes das instituições “colonialistas” continentais.

4 comentários:

Fada do bosque disse...

Vade Retro Satanás! :))

O homem, de néscio, passou a terrorista?! Quer ver que vai "importar" uns mercenários das FARC??
Pouco falta... Pode às vezes não ser suficiente, o busto, para assustar os "colonialistas" do Continente!
Daquele camelóide já nada me espanta! :))
Estamos rodeados, de várias cáfilas...
Não desfazendo os bichinhos, claro!... tão simpáticos. :)

Maria Josefa Paias disse...

Ora aí está Carlos! Se a luta do homem é contra os "colonialistas" continentais,(às vezes chama-nos cubanos, mas quem está numa ilha é ele) ele, de certo modo, assume-se como um nacionalista face à Madeira. E nacionalistas há-os de esquerda como de direita, e Alberto João tem dias. Alberto João não anda de metralhadora nas matas, mas veja como "metralha" com a língua. Assim, a estátua acaba por fazer algum sentido.
Cumprimentos.

andrea disse...

arre até pensei que a estatua fosse dele, tens a certeza que é do bolivar?
abraços.

Rui Herbon disse...

E convém não esquecer que há muitos emigrantes madeirenses na Venezuela. Deve ser, afinal, um monumento à boa vontade entre os povos.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores