Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Artes e manhas

Nuno Santos, o actual director de programas da RTP, nunca deve ter sonhado que, um dia, uma decisão sua iria provocar uma acção (neste caso, reacção) legislativa de quase todos os partidos políticos representados na Assembleia da República.
Pois, face à sua decisão de relegar os tempos de antena para as 19 horas (ou seja, antecipar em cerca de ½ hora o habitual horário de transmissão), a Assembleia da República acaba de aprovar uma nova lei que obriga a RTP a colar os tempos de antena ao Telejornal.
Os deputados consideraram que a decisão de Nuno Santos desconsiderava a importância dos tempos de antena e que os relegava para um horário de menor audiência.
Embora, porventura, alheios a essa realidade, os deputados acabaram de fazer um grande favor à SIC e à TVI. As audiências do Telejornal irão baixar, com toda a certeza, sempre que a RTP tiver de passar tempos de antena imediatamente antes. Os tempos de antena são, normalmente, tempo para zapping e muitos telespectadores, uma vez mudado o canal, irão ficar entretidos com qualquer outra programação. O Telejornal, cujas audiências têm sido uma pedra nas engrenagens da SIC e da TVI, fica assim mais fragilizado.
Assim, temo que as audiências dos tempos de antena, às 19h30 ou 19h45, acabem por ser ainda menores do que seriam às 19 horas.
Digamos que se, por absurdo, esta polémica tivesse sido engendrada pelo Dr.Balsemão, não teria sido mais eficaz...

4 comentários:

Basílio disse...

Esta manha nunca teria acontecido se não fosse o facto de existirem três vezes mais movimentos pelo NÃO do que pelo SIM, fazendo com que o NÃO tenha mais minutos no tempo de antena. Isto só revela uma das facetas da campanha suja e cobarde contra o NÃO, que depois tentaram apaziguar por ser demasiado óbvia.

CN disse...

Calma, Basílio. A lei em questão só entra em vigor depois de publicada no Diário da República, o que é coisa para levar ainda uns 30 dias, ou mais. Não tem nada a ver com a actual campanha do referendo sobre o aborot. Não se excite, homem!

isabel victor disse...

Ai Basílio, que susto ! Vinha aqui comentar este post e até me esqueci do que ía fazer...

Basílio disse...

Caro Carlos,
Se calhar não fui claro, é que para mim o golpe baixo foi a decisão da RTP de antecipar para as 19:00h os tempos de antena, que foi feita no mês passado, obviamente por causa deste referendo. Esta nova lei da Assembleia volta a colocar os tempos de antena imediatamente antes do Telejornal, que era onde estavam antes.
Cumprimentos!

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores