Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, abril 03, 2006

Uma reportagem exemplar, no Diário de Notícias

A reportagem que li hoje no Diário de Notícias é, infelizmente, a prova acabada que os filhos da puta existem. Existem e agem com demasiada arrogância e à vontade. Temos ali mais um portuguesinho pimba e grotesco, mais um grunho pateta, mais um idiota. Estúpido que nem uma porta, mas não inimputável. Espero eu. E gostaria que todos, todos, todos os que se sentirem, alguma vez, humilhados e ofendidos por energúmenos do género, que não hesitem em denunciar os racistas. Na polícia, nos tribunais, nos jornais. Estarão a fazer-nos, a todos nós, um imenso favor. Estarão a contribuir para educar esses animais. A fazer deste país um sítio mais bem frequentado. Nem que seja à força.

9 comentários:

planaltobie disse...

Estou indignado! ...Coimbra já não é o que era.

Isabela disse...

Sim, eu reparo que há muito poucos negros a norte. Não são bem vindos. E Coimbra é uma cidade muito conservadora. Mas, mesmo aqui, vejo com os meus olhos as reacções dos donos das lojas quando entra um negro. Mesmo que não digam nada, mesmo que atendam, um negro ou uma negra são, à partida, potenciais ladrões.
Comigo podes contar, sabes.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Nossos maiores ladrões aqui são nossos políticos que até dançam em plenário para comemorar a impunição dos roubos...
pelo menos desse mal, aqui não sofremos!!! temos de tudo e de todos os tipos de ladrões, mas certamente os nossos bandidos mais famosos não são os negros...

Mas de fato racismo sempre existe, de uma forma ou outra e denunciar é dever.

Gosto dessa tua janela e estava com saudades...
Beijinhos
ò,ó

Ana Afonso disse...

Ola eu passo aqui todos os dias ... nunca deixei nenhum comentário mas hoje teve de ser ... não podia concordar mais ... e no que eu puder farei ou tentarei fazer isso mesmo pelo menos falar contra o estado de sitio das coisas !!!
Sorrisos
Ana Afonso

i. disse...

só não percebo é porque é que a comunicação social tem, em geral, pudor em revelar nomes e descobrir caras; um caso como este merecia que o nome da loja fosse referenciado...

LM disse...

Já nem à força!!
Assiste-se a um encolher de ombros generalizado face às questões que realmente são importantes.
Haja futebóis e euromilhões com jackpot à sexta!
E vão-se multiplicando pessoas abjectas como este vendedor de sapatos.
Andamos pequeninos,nós!!

Bajoulo disse...

“Morreu mais um dos capitães responsáveis pelo holocausto africano. Fabião abandonou as suas tropas especiais, pretas, que foram assassinadas pelo Cabral de imediato. Uns ainda conseguiram fugir para a embaixada portuguesa, mas esta foi invadida e os militares portugueses enforcados nas árvores. O facínora do Carlos Fabião descansava alegremente na metrópole. Foi directamente para o Inferno! – Dra. Kity in “Os Miseráveis do 25”, Revista “Espírito”, nº 31, 2006.

www.riapa.pt.to

Mais Notas Soltas disse...

Humm. Pois. Você sabe o que significa "Pula mete nojo"? Um negro que grava e edita um conjunto de músicas com o título "PortuKKKal" suscita-lhe o quê? Um acto de contricção? Um pedido de desculpas? Pode-se cantar a repetir vezes sem conta "Branco mete nojo", que isso não é racismo? Você será daltónico? Ou também acha inaceitável que um rapper negro, o General D, tenha escrito e interpretado uma canção racista, a tal "Pula mete nojo"?

Su disse...

os fdp existem.... em resmas:)
jocas maradas

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores