Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, abril 17, 2006

Guiné Bissau, a guerra civil. Bubo

Um dos mais temíveis guerreiros que conheci na Guiné, chama-se José Américo Bubo Na Tchuto. Capitão fuzileiro. Os primeiros cadáveres de senegaleses que vi, foi ele quem mos mostrou. Estavam já podres, inchados, cheios de moscas. Aquilo deu-me volta ao estômago. Tirei umas fotos, mas não sei delas. O Carlos Aranha filmou os presuntos e em Portugal a guerra civil guineense passou a ter outro peso. Afinal… os gajos matavam-se mesmo. Pois matavam… Bubo Na Tchuto fartou-se de matar senegaleses. A roupa que vestia tinha sido de um oficial inimigo morto em combate. Ainda tinha o nome do morto no peitoral… as botas também deviam ter sido do morto.

Bubo Na Tchuto

Um dia, o grupo de combate de Bubo Na Tchuto aprisionou uma dúzia de senegaleses. Os prisioneiros eram todos miúdos, soldadinhos tenros e inexperientes enviados para aquela frente de batalha. Foram postos em fila indiana e encaminhados para a cadeia militar que existe na base aérea. Nunca lá chegaram. Alegadamente, tentaram fugir e morreram na tentativa. A partir desse dia, todos os soldados de Bubo passaram a vestir camuflados quase novos e, estranhamente, sem vestígios de buracos de bala. Como se os anteriores proprietários os tivessem despido antes de morrerem… percebem?

8 comentários:

Sundiata Keita disse...

Pois é Carlos, são mistérios que só acontecem na Guiné. Mas também há outros "mistérios" como o facto de Tagme Na Waie, Francisco Fadul e Kumba Ialá serem os maiores aliados de Nino Viera...Alguém sabe explicar??

-pirata-vermelho- disse...

"há os que a fazem, os que a fizeram e os outros".

-pirata-vermelho- disse...

...a frase é argelina; française!
topas?

Su disse...

percebi sim
jocas maradas

LM disse...

Muito bem.
Noite boa.

dakidali disse...

Percebemos , acreditamos mas não aceitamos.
Beijinhos

Isabela disse...

Descreves cenários, realidades de uma crueldade total. Não é possível que isto não te tenha impressionado. Não é possível que não vivas com flashes de tudo isto disparados para a memória à menor impressão. Não como como consegues dormir à noite. Dormes bem?

CN disse...

durmo mal. por alguma razão inventei este modo de desabafar.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores