Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, março 05, 2007

The boys from Camberra

O que se passa em Timor indicia o habitual cinismo que prevalece nas relações internacionais. A Austrália, que tem fortíssimos interesses na exploração do petróleo no off-shore timorense, implantou-se no território com armas e bagagens. Talvez mais armas que bagagens. Com o pretexto de contribuir para a pacificação do território, a tropa australiana começou por proteger o rebelde Alfredo Reinado, soldado formado na Austrália. Quem se lembra da reportagem de Paulo Dentinho, da RTP, em Timor, denunciando essa protecção?
soldado australiano em Timor-Leste


Reinado acabou detido, mas depressa se evadiu. Depois, refugiou-se no interior do país, mas os australianos sempre souberam por onde ele andou e Reinado nunca deixou as zonas que estão sob sua responsabilidade.
Recentemente, o major rebelde assaltou esquadras da polícia e roubou armas automáticas, ainda em zonas sob jurisdição da tropa australiana. Agora, tinha sido cercado num local concreto, numa pequena localidade mas, mais uma vez, os australianos deixaram-no fugir.
O governo australiano não deve estar a pensar em condecorar estes militares, pela competência revelada no cumprimento da missão em Timor. A não ser que a ideia seja manter a instabilidade no território para, assim, melhor poder “reinar”.
Realmente, o petróleo cheira mal.

2 comentários:

Denudado disse...

Eu gostava de não correr atrás de teorias da conspiração, mas quando as coincidências começam a ser demais...

A Austrália parece estar a aplicar em Timor Leste a receita que já aplicou na Papua Nova Guiné, que redundou num despudorado neocolonialismo. Há ainda mais dois estados falhados (na "pitoresca" terminologia australiana) que estão a receber a mesma receita, com a cumplicidade da outra potência regional, a Nova Zelândia. São eles as Ilhas Salomão e Vanuatu. No caso destes três estados, o que está em jogo são riquíssimos depósitos minerais, que ficam nas mãos dos australianos.

Timor Leste, portanto, estaria em vias de se tornar no quarto estado falhado a precisar de protecção australiana... a menos que Portugal e a própria Indonésia (quem diria?) façam alguma coisa.

-pirata-vermelho- disse...

Parece pouco...
mas você não podia ter encontrado imagem melhor para ilustrar a crueza do processo.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores