Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











terça-feira, janeiro 10, 2006

Hanan Ashrawi

O Paulo Dentinho telefonou-me, há dias. Estava em Israel. Lembrou-se de mim, porque tinha acabado de entrevistar Hanan Ashrawi, uma dirigente palestiniana. Acontece que, dias antes, tínhamos tido uma conversa a propósito desta senhora que, em tempos, também eu entrevistei para o Jornal das 9 do Canal 2 da RTP. Foi em 89 e 91, se não erro nas datas, a última quando a senhora Ashrawi esteve em Lisboa.

Nessa conversa com o Paulo, contei-lhe que tinha ficado impressionado com aquela mulher. Não foi só a percepção clara de se tratar de uma pessoa muito inteligente, muito determinada. Foram as palavras ditas por ela, as palavras escolhidas por ela. Foi o tom da conversa, o tom da voz dela. E foi o olhar. Ashrawi tem uns olhos que “olham”. Tem um olhar brilhante, embora sereno. Enfim, falei-lhe de uma mulher que jamais consegui esquecer.
O Paulo telefonou só para me dizer que eu tinha razão. A velha senhora é muito charmosa.

3 comentários:

Isabela disse...

Ora, se arranjasse para aqui uma fotografia da bela senhora, substituindo o Paulo Dentinho em pleno delito vocálico!

Ana Carvalho disse...

Contas estas histórias assim um pouco soltas e com pouca reflexão aparente, e porque não a publicação de um livro?

Cumprimentos,

Ana Carvalho

CN disse...

olá Ana Carvalho, bem vinda a este blog. Muitos me fazem a mesma pergunta. Mas, um livro... é um empreendimento muito sério. Penso que não tenho estofo para tanto.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores