Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











terça-feira, setembro 08, 2009

Os capitalistas de quem gosto


Se tivesse um cauteleiro que, todas as semanas, me proporcionasse embolsar o 1ºprémio da lotaria, com toda a certeza que seria generoso com ele… qualquer um de nós faria o mesmo, não? Pois é isso mesmo que fazem os actuais accionistas de empresas que já foram públicas e que são tão rentáveis, tão rentáveis, que os seus gestores recebem chorudos prémios anuais, na ordem das dezenas de milhar de euros per capita. Já sei que me estão a chamar de invejoso… não vou contrapor.

Em 2008, o lucro da EDP subiu 20% e atingiu os 1092 milhões de €. A Galp aumentou os lucros em quase 200%. A PT tem lucros acima dos 580 milhões… Podia continuar, mas fiquemo-nos por aqui… O que me indigna, é que esses lucros se baseiam no tarifário que todos nós temos de pagar pelos serviços que essas empresas prestam, serviços que se fossem públicos seriam, com toda a certeza, mais baratos.

Fez algum sentido o Estado privatizar essas empresas para que, agora, meia dúzia de capitalistas se encham à nossa custa? Ganhámos o quê, com a privatização destas empresas? Os tarifários baixaram alguma vez? O atendimento é melhor? Não… Os únicos que ganharam bastante com as privatizações foram os compradores que, apesar de tudo, compraram barato e compraram com o dinheiro dos bancos. Quem paga, somos nós. Assim, também eu seria um grande capitalista, dessem-me acesso ao crédito bancário e empresas públicas de lucro garantido para comprar.

O que eu gosto de ver são aqueles empreendedores que pegam numa ideia, arriscam o pescoço e as pratas da família, criam novos postos de trabalho, que transformam produtos e a vida das pessoas para novas e melhores realidades. Esses são os capitalistas que admiro.

5 comentários:

LA disse...

Estava mesmo a pensar nisso ao ler o post anterior.
Não faz absolutamente sentido nenhum privatizar empresas que são monopólios, com a desculpa da concorrência do mercado, é completamente ridículo!
Mas a CEE tem culpa nisso, ainda agora quer que o estado largue a golden share na PT.
E eu não sou nada comunista, nem bloquista, é apenas senso comum!
Os ingleses têm um bom exemplo de erros de privatização, como os seus comboios, que são agora muito mais caros e que prestam um serviço com pior qualidade. Como é que pode haver concorrência se só uma companhia explora as linhas??! Parece que agora vão nacionalizar o metro de Londres e algumas linhas, vamos ver...
E o argumento de que as companhias estatais não funcionam bem é outra treta, além de haver várias que funcionam bem e dão lucros, há os contra-exemplos de milhares de empresas privadas que vão ao charco por má gestão e incompetência! Ex: CGD vs BPN.
Eu sou completamente a favor da concorrência do mercado entre muitas empresas, que beneficia os consumidores com melhor escolha e com competiçâo nos preços, mas estes casos não são assim, só não vê quem não quer.

Fada do bosque disse...

Inveja?! Isto dá raiva!
Andam a deixar o cidadão comum na miséria, o País insustentável, sem rumu, uma anarquia total e a política numa corrupção abominável.
É no que dá serem outros que não o povo, (os Lobbies) a colocar no poder os governos que lhes dão jeito.
Desde há 35 anos, que se desenrola este ´circulo vicioso no poder e vê-se no que deu. Continuem a votar na máfia, pois vamos no caminho certo para o descalabro total!

Eduardo Miguel Pereira disse...

Completamente de acordo CN.
E temos cá alguns desses bons capitalistas.
Entre eles destaco, por conhecer bem a sua obra, o Sr. (comendador) Nabeiro, dos cafés Delta. Veja-se a obra feita em termos empresariais e em termos sociais.
Um senhor e um exemplo para a classe empresarial.

CN disse...

Eduardo, sim a obra do Comendasdor Nabeiro é um bom exemplo. Também a do Henrique Neto, na Marinha Grande.

Fada do bosque disse...

Há-de haver outros... pelo menos alguns aqui pelo norte já tentam desenrascar-se no calçado, têxteis, tecnologia de ponta (não não é o Sá Couto, esse é conhecido pela negativa).
Não conhecemos os nomes desses bons capitalistas, porque ou estão a começar e a aprender, ou a envergadura ainda é insuficiente para serem falados. O Sr. Comendador Nabeiro tem toda a minha admiração e de todos que conheço é um grande exemplo, mas esses contam-se pelos dedos... os que mantiveram sempre a mesma postura altruísta, ao longo da vida.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores