Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











segunda-feira, setembro 07, 2009

Ainda vamos a tempo...

Passei ontem boa parte do dia a ver dois DVD’s. Um é um retrato inquieto sobre o futuro da Humanidade, o outro é um simples manifesto político.


imagem retirada do documentário Home - O Mundo é a nossa casa

Home é um documentário belíssimo cujos produtores não se pouparam a esforços ou despesas para o filmar. É uma volta ao Mundo em balão, toda a história é contada através de imagens aéreas dos sítios mais fantásticos do planeta. E tem um texto fortíssimo… que nos conta a história de milhares de milhões de anos de evolução da vida na Terra. E o modo abrupto como o homo sapiens rompeu equilíbrios estabelecidos desde há milénios. Hoje, a fome alastra e, em todo o Mundo, há mil milhões de pessoas sem que comer. 20% da população mundial consome 80% dos recursos do planeta. A Humanidade pratica a injustiça de modo impiedoso para consigo própria. Na Nigéria, por exemplo, que é o maior produtor de petróleo de África, 70% da população vive na miséria. Em termos globais, metade da riqueza mundial está nas mãos de 2% da população. Home termina com um apelo à moderação, à inteligência e à partilha. Porque talvez ainda haja tempo de evitar a rotura sem retorno de fenómenos como o aquecimento global, que irá transformar o clima da Terra de tal modo que poderá provocar o extermínio da vida no planeta, ou a exaustão dos recursos piscícolas, agrícolas, aquíferos… que, de igual modo, serão sinónimo de morte em larga escala.
imagem retirada do vídeo Garcia Pereira
Curiosamente, encontrei alguns pontos comuns com a mensagem do segundo DVD… e não é que o político mencione sequer as suas preocupações ecológicas. Mas é que, também no DVD de Garcia Pereira, se fala em desequilíbrios sociais, iniquidade na distribuição da riqueza, nos crescentes níveis de pobreza que fazem com que já existam 2 milhões de pobres em Portugal, na exploração desenfreada de alguns homo sapiens sobre outros homo sapiens.
Em Home, a primeira frase é… “por favor, oiça-me”.

5 comentários:

Manuela Araújo disse...

Não vi o segundo DVD que menciona, mas vi o primeiro. Excelente nas imagens e na abordagem, e que acaba com uma mensagem de esperança. HOME, é de facto um filme que todos deviam ver, para terem a noção da má, injusta e estúpida repartição de recursos que se faz neste planeta, que deveria ser de todos e afinal, é apenas de alguns.
Tal como o sol quando nasce, também a Terra é de todos, e todos temos de cuidar dela.
Quanto ao nosso cantinho à beira mar plantado, é uma amostragem fiel das desigualdades na distribuição de recursos que grassa por esse mundo fora: os ricos cada vez mais ricos (é que nem a crise lhes fez mossa), e os pobres cada vez mais pobres.

LA disse...

Já vi o Home e é mesmo demais, nem sabia que o Yann Arthus-Bertrand também filmava, sabia que era o melhor fotógrafo que tinha visto, porque a exposição Earth From Above, que vi há uns anos, sobre o mesmo tema da Terra e ambiente, foi a melhor exposição de fotografia que vi desde sempre. É pena que as fotos dele só fiquem bem em tamanho grande, tipo 1 metro de largura, e imagino que o filme ganhará muito num écran de cinema. O tratamento do tema do ambientalismo também está excelente.

http://www.youtube.com/watch?v=jqxENMKaeCU

LA disse...

Já agora, uma correcção, o Home não é filmado só de balões, acho até que seria muito difícil manobrar um balão nalguns dos sítios, é filmado também de helicóptero.

http://www.youtube.com/watch?v=i5a78lAezMM&feature=channel

CN disse...

Manuela, se quiser ver o segundo DVD, pode pedi-lo em http://www.garciapereira2009.net

Pode crer que é muito mais interessante que a maioria dos programas de televisão com que perdemos tempo...

Fada do bosque disse...

Falam tanto do Home e do Homem tão merecedor da nossa atenção, do nosso respeito e nosso apoio?!
Pessoa séria, com história política defensor dos desprotegidos é posto de lado pelos Media e por todos?!
Boa te vai Zé!... Tomara os outros políticos serem tão fieis aos princípios e valores fundamentais.
Grande Garcia Pereira que nunca deixou de defender os seus ideais, sem se corromper.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores