Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sábado, julho 01, 2006

Guiné-Bissau. O bicho feio

Saltinho é o nome de uma queda de água no rio Corubal, no sul da Guiné-Bissau, junto à aldeia de Mampatá, relativamente perto de Bambadinca e Xitole, povoações de média dimensão.
Na curva do rio, a seguir à ponte, existe um clube de caçadores, com quartos e restaurante. Aquelas instalações começaram por ser dos militares portugueses, durante a guerra colonial. Estava ali uma companhia de caçadores, precisamente. Guardavam a única ponte jamais construída em todo o território guineense, o que fazia da estrutura um provável alvo militar. A ponte, de facto, facilita bastante as ligações rodoviárias do sul com o resto do país. No entanto, acho que o PAIGC nunca atacou a ponte do Saltinho. Ainda hoje lá está.As instalações militares, depois da independência, passaram a clube civil. Chamaram-lhe clube de caçadores, talvez para manter a designação. Sempre que fui à Guiné, procurei ter tempo para passar no Saltinho. Do lado de cima da queda de água dizem que há crocodilos e hipopótamos. Não sei, nunca vi. O “bicho” mais horrível que vi, no Saltinho, foi o rabo do Odacir Júnior, numa tarde de paródia.

10 comentários:

Sónia disse...

Opá! Estava à espera que o rabo do Odacir estivesse tatuado!

Patrícia Nogueira disse...

Também dava lá um saltinho.

escrevi disse...

Quando voltar a ver este rabo já sei a quem pertence.

RPM disse...

viva Portugal...

passámos às peúgas.....que com os galos devem ser de qualidade e design bem Português...

abraço

RPM

Klatuu o embuçado disse...

Bem que o seu rosto - lá no blog do Ilhéu do Norte - não me era estranho.

O seu blog está bem porreiro... A fotografia é, de facto, só por si toda uma narrativa...

Pobre Angola...

Klatuu o embuçado disse...

P. S. A foto do blindado destruído tem algo de apocalíptico...
Também gostei do traseiro do «hipo» nas águas guineenses... :)

Isabela disse...

Oh, Carlos, vamos lá ver, já somos crescidinhos, não vale a pena estar a disfarçar. Assume. É óbvio que este rabo pavoroso não é de Odacir nenhum: isto és tu em acrobacias aquáticas. Sinceramente, não voltes a repetir a brincadeira. A tua carinha larocas cativa mais! E ninguém tem necessidade de ser confrontado com estas misérias pessoais. Vê lá se eu ando a meter fotos do meu no meu blog? Há limites.
:D

CN disse...

Não, Isabela. O meu é mais peludo.

dinika disse...

Conheci a ponte de Saltinho, porque ia là passar fins de semana em familia.Natural e bela ponte...
Que saudades!!!

Tiago disse...

Olá a todos. Não me conhecem mas ao procurar na net also sobre o saltinho e a Guiné-Bissau dei com este blog, e as suas fotografias que me trouxeram boas memorias. Eu tenho agora 27 anos mas quando era adolescente tive a oportunidade de conhecer o Saltinho e de tomar banho naquela parte do rio, na época seca claro, e isso ficou-me na memória para sempre. Adorei.
Gostava de um dia regressar lá.

Felicidades

Tiago

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores