Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sábado, maio 23, 2009

A primeira escolha


O Governo anunciou o lançamento de mais uma campanha para publicitar os produtos nacionais, a marca “Made in Portugal”, na tentativa de reanimar o comércio dos produtos nacionais.
Considero a iniciativa interessante mas, na prática, pouco eficiente. O problema é que o mercado nacional está inundado de produtos importados que, na maioria dos casos, nem concorrência têm de marcas nacionais. A indústria portuguesa cada vez produz menos e os empresários preferem remeter-se ao papel de importadores/intermediários do que arriscar na indústria.
Se formos ao supermercado (estive lá esta manhã), as batatas são espanholas, os cereais americanos, o peixe grego, as confecções chinesas, etc. Alguns produtos são fabricados em Portugal, mas sob licença de uma empresa multinacional instalada algures no Mundo, mas estes são os poucos casos em que é possível comprar “Made in Portugal” ajudando a manter alguns postos de trabalho nacionais. Sempre que possível, essa é a minha opção. Não preciso de ser convencido por campanhas governamentais.

2 comentários:

Fada do bosque disse...

Estamos a debater esse tema bem como a sustentabilidade na alimentação no meu blogue e se o Srº Carlos quiser dar um comentário, ou uma dica, sobre esse assunto, agradecia a sua opinião.
Penso que seria enriquecedor, visto que ninguem se entende!
Os meus cumprimentos e obrigada

Fada do bosque disse...

Obrigada Srº Carlos, em poucas e compreensíveis palavras, disse tudo!
Não me passa pela cabeça, comer vegetais, que era o que gostaria, para ter um dia de trabalho pesado! Só quem não precisa de usar a força física, é que pode dar-se a esse luxo! Poucos imaginam as vezes que se tem de manusear um móvel para o restaurar. E que os há bem pesados, há! Quanto ao sofrimento animal, acho utópico.
Os meus agradecimentos.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores