Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quarta-feira, maio 10, 2006

Tarrafal

Correspondência recebida por e-mail:
"Nascido depois das agruras do Regime, a verdade é que quando "visitei" oTarrafal quase que senti os horrores provocados à gente ali encarcerada. As pessoas que me acompanhavam (Vítor Norte, João Lagarto) tiveram a mesma sensação, segundo confessaram depois. Mesmo assim, Lagarto referia que a Cidade Velha lhe provocava ainda mais repúdio do que o Tarrafal. Confesso que sou de opinião contrária..."
José Lucio Duarte, jornalista.
A foto foi tirada por mim, em Março de 2003. Lá longe, é a Ilha da Boavista vista da Ilha de Santiago.

6 comentários:

escrevi disse...

Nunca fui visitar o Tarrafal.
Já sabia que estava totalmente ao abandono mas só vi o local numa reportagem na televisão.
Deve ter sido a que tu fizes-te.
O testemunho do e-mail e o teu revelam bem que quando se está lá se sente a pressão do que o local foi.
Continuo a dar o meu apoio à transformação do campo em museu.
A história não volta atrás mas há factos que se repetem.
Não devemos deixar esquecer, mais, temos obrigação de lembrar.
(As fotos são lindas)

Bajoulo disse...

"O casamento e o seu séquito de possessão e ciúme escravizam o espírito. Espero que chegue o tempo em que nem homem, nem mulher sejam tiranizados pelas fraquezas mútuas". – Quitéria Barbuda

www.territoriolivre.com.sapo.pt

Bajoulo disse...

“Ninguém deseja ajudar os outros, bem pelo contrário, as pessoas apenas desejam dominar e aumentar o seu próprio poder”. – Quitéria Barbuda

www.riapa.pt.to

ELCAlmeida disse...

Despudoradamente roubei-lhe a foto da ilha de Santiago para o Malambas.
Um abraço
EA

Soraia disse...

Também a Cidade Velha- outrora capital do comércio e da prosperidade no ultramar- está hoje adormecida, a viver da memória de outros tempos.
Restam alguns testemunhos de pedra.
Não fossem os espanhóis e o imponente forte de S. Filipe já tinha caído.
A Sé Velha só foi lembrada pelo nosso Instituto do Património quando praticamente já estava toda no chão.
Perdem-se assim memórias do passado num lugar nostálgico que abraça o mais belo pôr-do-sol de Cabo Verde.

Soraia disse...

Só uma pequena rectificação: a ilha que se vê ao longe é a ilha do Fogo.
Consegue distinguir-se na fotografia a forma do vulcão. A Dja'r Fogo é na minha opinião a mais encantadora de todas as ilhas de Cabo Verde.
Alguns post sobre o Fogo em:

http://nhaterra2005.blogspot.com/2005_11_01_nhaterra2005_archive.html

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores