Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











quarta-feira, junho 24, 2009

Nunca se engana e raramente tem dúvidas


Se Cavaco decidir que as próximas eleições legislativas e autárquicas se realizarão em simultâneo, estará a decidir contra a grande maioria dos partidos políticos. Só o PSD concorda com Cavaco. Aliás, PSD e Cavaco estão em sintonia perfeita, fazendo lembrar os tempos em que o actual Presidente da República era líder do partido. Aposto, seja o que for, que até às eleições esta sintonia não será desfeita. Depois, tudo depende dos resultados obtidos. Se o PSD vencer, Cavaco governará de facto o país, se o PSD perder, o status quo institucional recuperará a normalidade, com um governo a governar e um presidente a zelar pelo respeito da Constituição.
Se Cavaco votar contra a vontade de 5 dos 6 partidos com representação parlamentar, estará a dar uma lição ao primeiro-ministro. Cavaco, que só foi “humilde” na hora da derrota (nomeadamente nas presidenciais de 96 que perdeu contra Jorge Sampaio), não tem pejo em se manter convicto das suas opiniões nem em desconsiderar com arrogância as opiniões que lhe são contrárias. Algo que Sócrates fazia e parece que, agora, deixou de fazer.
Se Cavaco votar pela simultaneidade das eleições, o PSD será o único partido a concordar com o PR e, assim, surgirá como garante da estabilidade institucional… e isso pode ter consequências eleitorais.

3 comentários:

Fada do bosque disse...

Sem comentátios!!!
O panorama político está de tal forma, que só apetece desaparecer deste país...
Não há ponta por onde se pegue, nem corda por onde segurar... Queda livre!
O problema vai ser a aterragem...

Ferreira-Pinto disse...

Neste momento penso ser evidente a inclinação de Cavaco Silva por um dos lados da contenda.
E com recurso a alguns argumentos rasteiros. Ao caso, o das sondagens.
Sempre pensei que um Presidente da República se norteasse por outros critérios ...

Abel Cavaco disse...

Só para lembrar que independentemente dos resultados das legislativas, o PR nunca governará o país. Ao afirmar que o PR governará o país depois de Setenbro só revela o espirito de malidecência e do dizer mal por dizer!
Cumprimentos
AC

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores