Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sábado, junho 27, 2009

TVI, um estorvo


José Eduardo Moniz tem dado milhões a ganhar à TVI. Ele foi um dos responsáveis pela ultrapassagem da TVI à SIC (o outro foi o próprio Balsemão…) quando percebeu que o Big Brother era o veículo perfeito para subir as audiências do canal. A partir de 2001, a SIC entrou em queda livre e a TVI cimentou-se no 1ºlugar do prime time televisivo, até hoje.
Mas, hoje, Moniz transformou-se num incómodo. Fizeram dele cavalo de batalha entre a oposição e o governo, o que não só estigmatiza politicamente o canal como, pelo que vemos, estorva a concretização de um negócio essencial para os donos da TVI, os espanhóis da Prisa, a contas com uma dívida bancária complicada de gerir e, por isso, obrigados a alienar activos.
Quando um negócio como o da venda de 30% da Media Capital (que engloba a TVI) à PT não se faz porque a eventual substituição de um director-geral se confunde com a luta político-partidária, a permanência desse director-geral transforma-se num pesadelo impossível de gerir. Hoje, Moniz é mais prejudicial que benéfico para a TVI, a Média Capital ou a Prisa.

6 comentários:

José Teles disse...

Certo. Mas não estás à espera que o estorvo dê um passo atrás, para deixar passar os patrões, pois não? Fará de conta que não é nada com ele, foi o que sempre fez, até poder espetar a farpa seguinte. Que a Prisa se afunde até lhe dá um certo gozo. Aliás, toda a equipa de MMG joga no afundamento do sistema, essa coisa da democracia parlamentar que se lixe! Não lês de vez em quando o Cinco Dias?

JPN disse...

Isso e também: quando um director geral com os poderes que tem Moniz para a identificação do canal (informação, conteúdos, etc) diz que só não troca esse lugar pelo de candidato a presidente do Benfica porque o actual presidente utilizou um estratagema para afastar a possibilidade de aparecimento de novos candidatos, é claro que os responsáveis da empresa já estão à procura de um substituto. Provavelmente estão é a tentar evitar o pagamento da indeminização da cláusula de rescisão.

Voualiejavolto disse...

A TVI é um estorvo por servir sempre e em qualquer circunstância a direita portuguesa. Alguem já reparou na quantidade de comentadores de direita que a TVI tem, nomeadamente a TVI 24. Alguém se lembra de um comentador de esquerda, residente ou não? Eu não. Não existe qualquer isenção ou pluralismo de opinião neste arremedo de jornalismo televisivo. Qual é o interesse de isto se manter assim? É obvio que há? A quem interessa? É obvio que interessa.

joshua disse...

Tenho muita pena dos espanhóis da Prisa.

joshua disse...

Imensa, aliás.

Fada do bosque disse...

O Carlos prevê as coisas com muita antecedência! Muito ano de experiência!...
Afinal hoje, passado pouco mais de um mês o estorvo teve de se demitiir, e esta hem?!
Eu bem digo, que tenho de me "regular" pelos seus conselhos!
Afinal o Carlos além de ter passado por muito, já viu o "filme" todo.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores