Memórias de muitos anos de reportagens. Reflexões sobre o presente. Saudades das redacções. Histórias.
Hakuna mkate kwa freaks.











sexta-feira, março 03, 2006

Tamiflu

Vim agora da farmácia e, confesso, fiquei um bocadito alarmado. A senhora farmacêutica levou a conversa para o caso dos pássaros que apareceram mortos, ontem, na praia da Torreira, na Murtosa… disse-me ela que o stock de Tamiflu que as farmácias tinham já esgotou… ao que parece, com encomendas feitas quase só por médicos. Como se os médicos tivessem recebido um aviso da Direcção Geral de Saúde para começarem a tomar os comprimidos salvadores. E, então, levaram para eles e para os respectivos agregados familiares… e, acrescentou a farmacêutica, não haverá mais Tamiflu no país, por não ter sido importado ou por não ser possível importá-lo. Bom, esta conversa vale o que vale, mas não quero acreditar que os médicos receberam ordens “secretas” para se prevenirem e às suas famílias, deixando a generalidade da população à mercê da sorte. Não me parece que possa ter sido assim. Acho que o stock era pequeno e que, com o avolumar de notícias sobre a Gripe Aviária e a aproximação do vírus ao território português, a procura pelo medicamento aumentou drasticamente. Deve ter sido isso...
Agora, a verdade é que gostava de comprar umas caixinhas de Tamiflu, apesar do preço ser 25 € a unidade e sem comparticipação do Estado…e não me parece que vá ser fácil.

8 comentários:

Paulo J. Ribeiro disse...

Já não é a primeira vez que isso acontece. Agora é com o Tamiflu, de outras vezes foi/é com a heoatite, a meningite, a gripe ou outra coisa qualquer. Como sempre, a DGS pede para a população não ficar alarmada, que não vale a pena correr para as farmácias. Como sempre, a população segue os conselhos da DGS e não vai às farmácias. Como sempre, a classe médica de "médicos" e aqueles que o são por inerência (leia-se: as famílias e amigos) furam as indicações da DGS. Ou será que as indicações para eles são diferentes das indicações para nós?

verosimil-utopia disse...

Eu não me admiro nada que essa estória seja verdade.

O mundo está cheio de histórias de informações que só chegam a alguns, e de informações que não chegam a muitos.

Então e não é que o senhor W. Bush sabia que o Katrina ia rebentar com New Orleans?!? Que novidade! :)

PreDatado disse...

Também estou consigo de que o stock de tamiflu era pequeno. No entanto não me admiro nada que tenha havido uma corrente de informação entre a classe médica. Mas se esse facto me deixa deveras aborrecido, não posso ficar indiferente às várias notícias oficiais de que em Portugal está tudo preparado para fazer face a uma possível invasão do virus e chegar-se à conclusão de que nem a vacina existe. E o resto? Estará assim tão bem preparado?

Dragonis disse...

Eu vi no programa "60 minutos" à umas semanas atrás que nos EU se está a passar exactamente o mesmo. Não quero entrar em alarmismos com esta história, mas que me está a deixar seriamente preocupado, está.

Madalena disse...

Tanto quanto sei os médicos estão calmos relativamente ao assunto. O alarmismo alastra muito mais em meios onde a ignorância se faz sentir. Por isso, é minha modesta opinião, que tudo seria mais fácil com campanhas de esclarecimento, sobretudo junto das crianças, até porque, se o vírus não sofrer mutações, o perigo reside na manipulação de animais infectados. Pode crer que nenhum médico recebeu ordens secretas, nem está a proteger familiares!!!

Isabela disse...

Não estou alarmada. Talvez seja demasiado optimista nestas coisas. Acho que nos podemos defender melhor do que sabemos ir acontecer e, neste momento, a Europa está em alerta máximo. Mas penso que seria importante esclarecer as crianças devidamente, porque estas são sempre população de risco.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Lendo aqui sobre o que todos falam da gripe aviária, tenho a nítida impressão de pertencer a outro planeta...
Acho que o Brasil está fora da ordem...Fora da nova ordem mundial
Ou até quem sabe, nesse aspecto específico, talvez esteja mesmo meio fora da desordem...
A única coisa que se escuta aqui, é que estamos produzindo as facinas, mas a impressão que temos é que há uma parede impedindo os pássaros de voarem em nosso terrotório ou até mesmo de sobrevoarem em buscas de outras terras. O SIVAN deve estar fazendo os serviços de vigilância permanente das fronteiras e das águas territoriais...

Pois então...
Aqui não há muitas desgraças dessas. Nossa maior mazela é não saber votar... Por essa mesma razão, estamos mais preocupados com as nossas costumeiras "aves de rapina" e essas, ao que tudo indica, são imunes a tudo!!! São como baratas e baratas não sofrem de gripes!!!

Beijinhos!!!
ò,ó

I N T E I R O S disse...

As palhas ao abrigo de ilhargas, aspirava-se calorífico com equivalente solução de chocalho aproveitando maravilhas deitadinho! Era então a singular de luz do Gonçalo-mamário com grande semelhança.

AddThis

Bookmark and Share

Arquivo do blogue

Acerca de mim

A minha foto
Jornalista; Licenciado em Relações Internacionais; Mestrando em Novos Média

Seguidores